quarta-feira, fevereiro 17, 2010

Marcas


Sua Marca Fala?

Por Marcelo Freitas
(artigo a ser publicado na próxima Revista Linha Direta)

Bem, se por algum motivo sua resposta foi negativa, então é bom submetê-la logo a um bom processo de alfabetização. Isso porque um dos maiores patrimônios de qualquer empresa é a Marca que ela detém. E uma boa marca comunica... transmite valores e fala diretamente ao seu público-alvo.

Uma recente pesquisa veiculada pela Revista Época Negócios, apontou as cem marcas de maior prestígio no Brasil. Dentre elas, apenas duas instituições educacionais foram ranqueadas: uma no 23º lugar e a outra em 85º. Se por um lado isso pode ser motivo de comemoração, por outro mostra o quanto o segmento ainda precisa se desenvolver enquanto negócio. Pela comunidade em geral. Ou pelo menos, as instituições educacionais ainda não se atentaram para a importância disso no seu ambiente de negócios.

Para desconforto dos mais puritanos, a marca de maior prestígio no segmento educacional não é uma escola do ensino básico nem uma poderosa universidade. Trata-se do SEBRAE. E não é à toa que ele ostenta esse título pelo segundo ano consecutivo.

O SEBRAE, uma entidade privada sem fins lucrativos, realiza 20 milhões de consultas, presenciais ou por telefone, anualmente. Somente no ano passado, foram atendidos 1,6 milhão de alunos, em 65 mil cursos. Desse total, 277 mil alunos estudaram pela internet em 1387 turmas online.

Diante desses números acachapantes, como gestor educacional você ainda pode estar se perguntando: O que será que ele tem que eu não tenho?

Pois aí vão algumas considerações adicionais, para te ajudar a encontrar uma resposta.
Em primeiro lugar, um foco muito bem definido. Seu público-alvo é conhecido e muito bem segmentado, o que favorece a definição clara do que oferecer e quais necessidades suprir.
Segundo, ele proporciona valor agregado através de atendimentos diretos, tanto em postos de serviços, quanto em um recém-criado serviço 0800. Ou seja, além dos cursos regulares, ele também oferece soluções em consultoria para que o aluno possa colocar em prática os conceitos apreendidos, aproveitando a expertise da instituição.

Outro fator-chave: Adaptação. A empresa tratou de migrar rapidamente para as mídias sociais com a criação do Mundo Sebrae, um blog institucional, com 40 mil páginas de conteúdo e informações organizadas por estado e setores da economia. Além disso, o blog conta com atalho para vários sites de relacionamento, como Orkut, Facebook e Twitter. O propósito? Estar sempre mais próximo do cliente.

Visão de futuro. Essa é outra característica que deve ser considerada. Num país que carregava o empreendedorismo como alternativa de receita para quem estava desempregado, o Sebrae foi capaz de vislumbrar a evolução que vinha pela frente: essa vocação empreendedora se transformaria em uma avalanche de novos negócios, tão logo a economia favorecesse o surgimento dos empreendedores por oportunidade. Não deu outra.

De quebra, a instituição SEBRAE é percebida como uma das empresas mais responsáveis, social e ambientalmente. Nesse quesito, que pode ser traduzido como “uma marca cidadã”, ela ocupa a nona posição entre as cem melhores.

Apenas para finalizar, uma última informação: as cinco marcas melhor colocadas no ranking da pesquisa foram, pela ordem, Sebrae; Unicamp; USP; FGV e UFRJ. Palmas para elas!

Um comentário:

Camila disse...

Já sei quem vai me ajudar na criação!