quarta-feira, fevereiro 18, 2009

Criatividade

Como um grupo de estudantes ganhou 655 dólares com apenas 5 dólares na mão


Criatividade é um bem que não tem preço... ou, que nesse caso, poderia ser quantificado em 655 dólares. A historinha é narrada pelo meu xará, Marcelo Cherto, presidente do Grupo Cherto, e está disponível no link abaixo.

O relevante na narrativa é avaliar a capacidade desse grupo de estudantes em estabelecer uma rápida leitura de ambiente e necessidades, saindo fora do "quadrado", ou seja, dos limites impostos pelas circunstâncias. A maioria esmagadora das pessoas tem uma dificuldade imensa em transpor a cerca que, muitas vezes, é colocada por elas mesmas. Verdade, também, que as regras organizacionais impostas pelas empresas e pela sociedade, de um modo geral, inibem a prática e o exercício da criatividade. E isso começa lá atrás, na nossa criação.

Quantas vezes não tolhemos nossas crianças de experimentar? De tentar o que ainda não foi feito, sob o único argumento de "isso não se faz" ou "desse jeito não pode"? São armas que estão incutidas nos nossos inconscientes para nos preservar de surpresas e situações sobre as quais ainda desconhecemos. E isso é reforçado pelas escolas, que exigem sempre respostas segundo um mesmo padrão, ou pelas empresas, que discriminam os colaboradores que "ousam" solucionar problemas cujas soluções não sigam os manuais internos.

Mas, cá entre nós, o que são as invenções, senão uma correta identificação de necessidades e um salto no mundo do desconhecido? Nossos sistemas (formativos e executivos) não estariam em completo desacordo com uma sociedade em rápida mutação e num contexto de total integração?

Pense nisso, mas por favor, saia do quadrado!

Assista o vídeo: http://www.truetech.com.br/webtvconsole/?console=30&canal=23&video=3974

2 comentários:

Kelly Frutuoso A voz que clama na internet disse...

Concordo infelizmente desde crianças somos podados e adquirimos o medo de arriscar e fazer coisas diferentes,
não consegui ver o video que falou o link direciona para Exame Tv.

Marcelo Freitas disse...

Oi Kelly,
Obrigado pelo seu comentário. desculpe mas o link estava com problemas. Pode tentar agora que vai funcionar.